© COLECTIVO84

Colectivo84 é uma estrutura subsidiada continuamente pelo Ministério da Cultura Direção Geral das Artes.

  • White Facebook Icon
  • White Vimeo Icon
  • White Instagram Icon

ARTISTAS DO COLECTIVO84

PROJECTOS FUTUROS

FESTA DA 15 ANOS

PROJECTOS PASSADOS

HANTOLOGIA

MY FAVORITE SUICIDE

SÓCRATES TEM DE MORRER:

1º EPISÓDIO: A MORTE DE SÓCRATES

2º EPISÓDIO: A VIDA DE JOHN SMITH

A CONSTITUIÇÃO

NO(S) REVOLUTION(S)

POCILGA

OSLO

BORIS YELTSIN

MORRO COMO PAÍS

HORROR, OU BREVE ESTUDO SOBRE A PARALISIA

SÓ OS IDIOTAS QUEREM SER RADICAIS

VELOCIDADE MÁXIMA

HIPÓLITO - MONÓLOGO MASCULINO SOBRE A PERPLEXIDADE

MICKAEL DE OLIVEIRA

Mickael de Oliveira nasceu em 1984, em França e vive em Portugal desde 1999. Conclui em 2013 o seu doutoramento na área da dramaturgia contemporânea portuguesa e europeia, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É atualmente investigador no âmbito de um pós-doutoramento centrado na questão da presença da literatura no teatro e na dança contemporânea, em parceria com o Centro de Estudos de Teatro (FLUL) e do INET-md (polo FMHUL).

 

Co-fundou o Colectivo84 em 2009, estrutura na qual desenvolve o seu trabalho de escrita e de encenação. O seu percurso foi galardoado em 2007 com o Prémio Nova Dramaturgia Maria Matos (Teatro Municipal Maria Matos, Lisboa) com O que é teu entregou aos mortais em 2009 e a Menção Honrosa do Prémio Luso-Brasileiro António José da Silva (Teatro Nacional D. Maria II, Lisboa / FUNARTE, Brasil) com o texto Clitemnestra. Entre os seus últimos espetáculos, escritos e encenados, encontramos Oslo - Fuck Them All and Everything Will Be Wonderful (co-criação com Nuno M Cardoso, Teatro Académico de Gil Vicente, São Luiz Teatro Municipal), A Constituição (2016, Teatro Nacional D. Maria II.) e o díptico Sócrates Tem de Morrer (A Morte de Sócrates / A Vida de John Smith, 2017/18 Centro Cultural Vila Flor, São Luiz Teatro Municipal, Teatro Viriato, Teatro Académico de Gil Vicente).

 

Publicou em 2015 Obra Completa Tomo I (Edições Húmus) que junta os seus últimos trabalhos de escrita.

 

É director artístico do projecto bianual Encontros de Novas Dramaturgias Contemporâneas que procura promover a dramaturgia contemporânea portuguesa, tendo a 1ª edição decorrido no São Luiz Teatro Municipal (Lisboa) em Novembro de 2010 e as 2ª e 3ª edições (2015/2017) no Teatro Académico de Gil Vicente, onde foi de 2011 a 2015 director-adjunto, responsável pela programação e gestão do equipamento cultural.

 

Foi ainda professor assistente de Gestão Cultural e de Estudos Artísticos na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria e Professor Convidado na Escola Superior de Teatro e Cinema, e Professor Auxiliar Convidado na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

www.mickaeldeoliveirablog.wordpress.com