BS__6307.JPG

FESTA DE 15 ANOS

2020
MICKAEL DE OLIVEIRA 

© Bruno Simão

< PROJECTOS DE MICKAEL DE OLIVEIRA

O teatro de Mickaël de Oliveira tem uma apetência especial pela oposição de ideias, de teses e de antíteses – expondo em derrisão os seus defensores –, e pela reinvenção das suas sínteses. Em Festa de 15 Anos, o dramaturgo português junta-se ao seu congénere brasileiro Diego Bagagal na conceção de um espetáculo que se propõe repensar as dinâmicas e repercussões na nossa contemporaneidade de práticas neocolonialistas. Uma abastada família portuguesa adota, por necessidade, um jovem rapaz brasileiro de ascendência indígena e para ele organiza uma festa de quinze anos, uma quinceañera – ritual social comum nas Américas –, um baile de debutantes de apresentação à sociedade portuguesa, que acabará tingido pela tragédia e pelo horror. Cruzando o privado e o político, Festa de 15 Anos interroga as heranças da colonização, o seu património moral, o fetichismo face às minorias, e revela a dificuldade em criarmos “sínteses que nos consolam e libertam enquanto indivíduos numa comunidade”. Nesta alegoria inspirada no cinema de terror, Mickaël de Oliveira adensa o trabalho empreendido em Sócrates Tem de Morrer (2017-2018).

© TNSJ

ESTREIA

TEATRO NACIONAL SÃO JOÃO (PORTO, PT)

10-13 DE DEZEMBRO 2020 

CINE-TEATRO LOULETANO (LOULÉ, PT)

19 de FEVEREIRO DE 2021

CENTRO CULTURAL VILA FLOR (GUIMARÃES, PT)

27 DE MARÇO 2021

CENTRO DE ARTE DE OVAR (OVAR, PT)

7 DE MAIO DE 2021

Duração 2h00 (aprox.)
M/14

Texto e encenação: Mickaël de Oliveira

Concepção e dramaturgia: Mickaël de Oliveira e Diego Bagagal

Interpretação: Albano Jerónimo, Ana Pinheiro, Carlos Melo, Diana Sá, Diego Bagagal, Jani Zhao, Luís Araújo, Mafalda Lencastre, Maria Inês Marques

Assistência de encenação: Mafalda Lencastre

Apoio Dramatúrgico: Maria Inês Marques

Cenografia: Martim Dinis

Figurinos: Sara Coimbra Loureiro

Banda Sonora e Desenho de Som: Rui Lima e Sérgio Martins

Desenho de Luz: Rui Monteiro

Assistência ao Desenho de Luz: Teresa Antunes e Tiago Silva

Criação de vídeo: Simão Cayatte

Operação de vídeo: Carlos Melo e Ígor Martins

Caracterização: Ruby Kruss

Estagiário de Produção: Flávio Catelli

Produção Executiva: Armando Valente

Direção de Produção: Maria Inês Marques

Produção: Colectivo 84

Coprodução: Teatro Nacional São João, Centro Cultural Vila Flor, Centro de Arte de Ovar, Cine-Teatro Louletano

Residências artísticas: Centro de Arte de Ovar, O Espaço do Tempo